quarta-feira, julho 30, 2008

Fragile Things











Um dos livros que ganhei de níver este ano, foi Coisas Frágeis, de Neil Gaiman.


É uma coletânea de 9 contos, muito diferente do que eu costumo ler.



Ainda estou me acostumando com a escrita de Gaiman, que consegue ser simples e aterradora, na maior suavidade! Realmente é uma coisa muito ímpar ler suas obras.








Não raro, um conto tem interação com outro, como o misterioso Senhor Alice.


Leitura altamente recomendada, por nutrir o cérebro com idéias e nos deixar pensando a respeito de coisas que nem supomos imaginar.









Todos os contos possuem uma explicação do autor, no prefácio e é realmente interessante saber de que forma certas idéias surgiram.


Devem lançar tbm em HQ. E eu, já estou me viciando nesse cara, nem vejo a hora.



Sem contar que a capa para o Brasil está maravilhosa.



Descubra o que são Coisas Frágeis!











capas: Conrad, Neil Gaiman.












8 comentários:

Beatriz Levischi disse...

tudo bem, bárbara? adorei a máxima do neil gaiman! você já leu "belas maldições"? vale a pena. :)

eu moro em são bernardo. por uma questão de confiança, porém, o veterinário dos bigodes fica em utinga (santo andré).

quanto à sua questão, acho que todo o gato gosta de saracotear na rua. mas não compensa o risco de ser envenenado por um vizinho descontente, de parar sob a roda de um carro desenfreado, de brigar com outros animais, de pegar mil doenças. o planeta está caótico demais, e as pessoas cada vez mais cruéis, para acreditarmos no mito da liberdade felina.

você já tentou contornar essa tristeza dele com brincadeiras, colo, carinho, petiscos? tem gente que até leva o bichano para passear de coleira. eu mesma experimentei com a clara. ela se acostumou rápido com a liberdade cerceada, pena que eu não sou uma dog person. rs

beijos

Carol disse...

Vi teu comentário lá no Gatoca e queria complementar a resposta da Bia.
Sempre morei em apê e tenho gatos desde 1986. Em 1989 minha siamesa caiu da janela - voou atrás de um pombo. Eu morava no sétimo andar na época e quase morri junto com ela. Aos 11 anos de idade aprendi o que era morte - por sorte um aprendizado teórico, pq foi um sufoco mas a bichinha sobreviveu.
Desde então, pra mim gato = tela!
Hoje moro no 9 andar. E tenho 4 gatos. Não levo mais bigodes pra casa senão minha mãe me expulsa.
Vou com a Bia. Pessoas más maltratam mesmo bichinhos indefesos. Gatos mais ainda. Gato preto mais ainda! Tenho uma persa preta / fumaça linda, que é a coisa mais medrosa do mundo, uma fofa.
Seu gatinho é castrado? Dizem que os não castrados têm mais essa coisa de querer ir pra rua. Os meus todos são.
Espero ter ajudado!
Bjs.

Nasci disse...

Procure no You Tube, Neil Gaiman, Flip Literario. São vários videos onde ele é entrevistado por Marcelo Tas. Num em especial ele narra um conto inédito no Brasil. Vale a pena. Abraços

Belcrivelli disse...

Os comentários anteriores me lembraram um video que mostra uma casa onde foram feitas passarelas para os gatos andarem, de tal forma que todos os cômodos eram interligados (havia passagens nas paredes ligando as passarelas). Muito legal! Tem no site Submarino. Esse video também fala sobre comportamento e a relação gato-humano. É claro que a idéia de passarelas não é algo muito prático, pois envolve algumas reformas. Mas a mensagem principal que eu observei foi a de que quem realmente ama seu gato deve procurar adaptar sua casa de tal forma que ela seja interessante para ele, já que ele mora nela e não pode desfrutar das aventuras do ambiente externo.
Com relação ao livro do Neil Gaiman, é mais um que estou curiosa para ler!

Érika R. Stracke Regginato disse...

o q houve? o Meleca está deprimido? precisa de umas voltinhas?
ah sobre o livro depois q ler os q tenho em casa, vc me empresta? tb quero ler..
bjos

LAUDO FERREIRA JR. disse...

Oi, Bárbara.

Bacana você comentar aqui sobre um autor que provavelmente deve ser um dos seus preferidos. E realmente o cara e muito bom.
Um pitaco, comente mais sobre seu trabalho, dê sua opinião mais pessoal discernindo, analisando o Neil Gaiman escritor pela Bárbara fã, mas também autora, escritora.

Salvador disse...

fala moça ins...Pirada (em insanidade) ^^
sempre ligada no q rola nos blogs.
manda um textinho aí...
bjz

grilo delícia disse...

medo do senhor alice oO'